No poço, na prisão e no palácio

José (do Egito) era abençoado em tudo o que fazia

 

Podemos servir a Deus onde quer que estejamos

 

Verso BÍBLICO para memorizar (ju 1t 02 09) (VOCE CONSEGUE???):

“Quem nos separara do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada?... Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores, por meio dAquele que nos amou.” Romanos 8:35 e 37.

 

Texto(s) Chave e ReferÊncias

Gênesis 39-41; Patriarcas e Profetas, págs. 213-223.

 

OBJETIVOS PARA TUA CLASSE ALCANÇAR:

Saber que Deus os conduz a despeito dos obstáculos de Satanás.
Sentir que Deus é mais forte do que Satanás.
Responder decidindo servir aonde Deus o conduzir.
 

MENSAGEM CENTRAL :

Deus abengoa quando servimos, a despeito dos obstáculos de Satanás

 

Galeria de fotos: José (do Egito)

 

Resumo da história bíblica:

           Deus tem um plano para José; Satanás, porém, tenta constantemente obstruir o plano. José passa por muitas dificuldades. É vendido pelos próprios irmãos; é falsamente acusado de imoralidade e colocado na prisão. José confia em Deus através de todas essas experiências difíceis. Deus é capaz de abençoar José como escravo e prisioneiro, e usar cada situação, apesar de negativa, para preparar José para a obra especial que deseja que ele faça.

 

Este estudo hoje enfoca o Serviço

José serviu a Deus a despeito das circunstâncias. Deus honrou o serviço de José e usou cada um dos obstáculos colocados por Satanás como um bloco para edificar e desenvolver Seu plano. Deus é mais forte do que Satanás e abençoará nosso serviço fiel.

 

Enriquecimento para você, pais e professores:

           “A assinalada prosperidade que acompanhava todas as coisas postas aos cuidados de José, não era resultado de um milagre direto; mas sim a sua operosidade, zelo e energia que eram coroados pela benção divina. José atribuía seu êxito ao favor de Deus, e mesmo seu senhor idólatra aceitava isto como o segredo de sua prosperidade sem-par.

Sem um esforço perseverante e bem dirigido jamais poderia, entretanto, haver conseguido o êxito. Deus era glorificado pela fidelidade de Seu servo. Era Seu propósito que em pureza e correção o crente em Deus se mostrasse em assinalado contraste com os adoradores de ídolos para que assim a luz da graça celestial pudesse resplandecer entre as trevas do paganismo.” Patriarcas e Profetas, de Ellen G. White, págs. 214-217.

 

 

Os menores imprimem desenho para pintar

 

 

Explorando o Texto Bíblico

Leia pausadamente estas perguntas e daremos os textos bíblicos onde você poderá encontrar as respostas.

Quantos anos José ficou separado da sua família? 
1. Que idade tinha José quando seus irmãos o venderam como escravo? (Gênesis 37:2 [17 anos])
2. Quantos anos José trabalhou para Potifar? (Patriarcas e Profetas, pag. 214 (opcional) [10 anos])
3. Quanto tempo José passou na prisão? (Gênesis 40:1; 41:1 [pelo menos dois anos])
4. Que idade tinha José quando Faraó o tornou o segundo no governo de todo o Egito? (Gênesis 41:46 [30 anos])
5. Quantos anos houve de grande abundância? (Gênesis 41:28-30 [7 anos])
6. Quantos anos de fome haviam passado quando os irmãos de José foram ao Egito comprar alimento? (Gênesis 45:6 [dois anos])
Para resolver a questão e achar a resposta, subtrair a idade que José tinha quando saiu de casa da idade que ele tinha quando seus irmãos foram ao Egito. [Resposta: 22 anos.]


Analisando
Você já ficou um bom tempo longe de casa?

Qual foi o período de tempo mais longo que já passou separado da família?

Como se sentiria ficando separado durante 22 anos de alguém a quem você ama?
Mas lembre-se de que DEUS ABENÇOA QUANDO SERVIMOS, A DESPEITO DOS OBSTÁCULOS DE SATANÁS.

 

A. Você já passou por alguma situação em que um professor ou adulto demonstrou favoritismo para com alguém? Como se sentiu?

B. Você já ficou separado dos pais ou da família durante pelo menos uma semana? Um mês? Um ano? Como se sentiu?

C. Alguma vez você já foi acusado falsamente ou sentiu que todos e todas as coisas pareciam estar contra você? Descreva seu sentimento.


Em nosso estudo de hoje, José passou por todas essas situações. Contudo, ele decidiu perseverar e servir a Deus a despeito dos obstáculos que Satanás colocou em seu caminho.

 

 

Veja atividade para chamar a atenção dos alunos para o assunto a ser estudado:

coisas ruins que enfrentamos no dia a dia

para a prisão

 

 

APLICAÇÃO DA LIÇÃO À PRÓPRIA VIDA

servindo sob qualquer circunstância

 

 

Veja atividade para compartilhar o assunto aprendido com o semelhante: Distinguindo a diferença 

 

 

Vivenciando a História bíblica:

Convide mais 3 amigos para tentar encenar esta história tão importante para o juvenil...
Com antecedência, improvisar duas celas de prisão em cantos opostos de uma sala.
Encontre na Bíblia Gênesis 39-41. Recapitular rapidamente os obstáculos que José encontrou ao procurar servir a Deus.
Um amigo fará o papel de José  1, José  2 e O Consolador. Para fazer o papel de José 1, escolher uma pessoa que tenha auto-estima positiva, e para José  2 e O Consolador, escolher dois bons amigos.

Mandar José 1 para uma cela sozinho, e José  2 e O Consolador juntos para a outra cela. (Com antecedência, combinar com O Consolador que depois de dois minutos com José  2, ele deve ir e passar o restante do tempo na outra cela com o outro José.)

Ninguém mais pode conversar com os prisioneiros, nem visitá-los, senão O Consolador. Deixá-los todos na prisão durante uns três minutos. Enquanto isso, leiam Salmo 105:16-22.

Depois, pedir que escrevam os versos 18 e 19 no quadro. Passados os três minutos, abrir as portas das celas, soltar os prisioneiros e liberar O Consolador.


Analisando
Perguntar a José 1: Como você se sentiu ao ficar sozinho na prisão? Você achou bom que O Consolador foi ficar com você durante algum tempo?
Perguntar a José 2: Você gostou de ter o seu melhor amigo junto com você na prisão? Como se sentiu quando ele o deixou sozinho?
Você se lembra de alguma ocasião em que se sentiu feliz por Deus ter enviado o Consolador para estar com você durante os momentos difíceis.
Como o fato de relembrar essas ocasiões pode mudar a sua maneira de reagir da próxima vez que enfrentar dificuldades?

 

Cânticos Sugestivos
“O Poder do Espírito” (ver p. 97, CD faixa 2).
“Nos Passos de Jesus” (ver p. 96, CD faixa 3).

Oração
Na semana passada, dedicamos nossas mãos ao serviço de Deus. Hoje gostariamos que vocês fizessem o contorno dos pés. De um lado do contorno escrevam um pedido de oração e do outro escrevam algo que podem fazer com os pés para servir a Deus. Colocar os contornos dos pés na parede (com o lado do compromisso de servir para frente), ao lado das mãos colocadas na semana passada. Orar pelos pedidos e encerrar com uma prece de entrega a Deus.

 

 

Será que eu presto a Deus serviço não-dividido? Confio plenamente que Sua graça me dará forças para cada novo dia?

Ore pedindo que Deus te ajude a compreender a diferença que Ele pode fazer no seu mundo ao servir a despeito das circunstâncias em que se encontra.

 

 Um dia muito feliz, com a companhia de Deus. Com amor, Tia Célia