sRc


GRAÇA: Deus é paciente conosco.


Verso Para MeMorizar
“Contudo, a graça de nosso Senhor transbordou sobre mim, com a fé e o amor
que estão em Cristo Jesus.” 1 Timóteo 1:14.

Referências
1 Timóteo 1:12-17.

Sugestões de objetivos para tua classe alcançar:
Saber que Deus deseja que O conheçamos intimamente.
Sentir gratidão pelo paciente amor de Deus.
Desejar conhecer mais a Deus como Amigo.


MensageM central
Deus deseja que O conheçamos de forma pessoal.

Resumo da história bíblica:
Esta lição é baseada em 1 Timóteo 1, capítulo em que Paulo conta a Timóteo a história da graça de Deus, que o buscou enquanto ele ainda estava perseguindo violentamente os cristãos. “A graça de nosso Senhor transbordou” na vida de Paulo. Ele explica a missão de Jesus: vir à Terra para salvar pecadores. Deus é paciente conosco, tentando desenvolver com cada um de nós uma amizade íntima.

Este estudo hoje enfoca a graça.

Assim como o amor de Deus pacientemente buscou Paulo em meio às suas atividades de perseguição, da mesma forma busca cada um de nós hoje. Não há nada que possamos fazer para aumentar o amor de Deus por nós, e nada que possamos fazer impedirá que o amor de Deus busque todas as formas de nos salvar. Este amor é uma preciosa graça.

Enriquecimento:
Esta carta foi escrita a Timóteo quando ele era pastor da igreja de Éfeso. A maior parte dela
consiste em orientações para suas atividades na liderança da igreja.
O texto começa com Paulo dando graças a Deus: (1) por tê-lo escolhido, (2) por confiar nele, (3) por designá-lo ao ministério, e (4) por lhe dar o poder necessário para tal trabalho. Paulo conta a Timóteo seu terrível passado, mas não concentra o relato em seu comportamento e sim em Jesus.
Paulo descreve-se como um homem violento, que infligia dor em outras pessoas pelo simples
prazer de fazê-lo. Por que Paulo descreve seus pecados? Por quatro razões: (1) para evitar o orgulho, (2) para manter viva sua gratidão a Deus, (3) para esforçar-se cada vez mais no trabalho para
Deus, e (4) para incentivar a outros. Paulo está dizendo: Olhem para mim! Se Deus pode salvar
alguém como eu, com certeza poderá salvar qualquer um. Se Deus pode usar alguém como eu para alcançar outros para Ele, então pode usar qualquer pessoa. Se Deus pode ser meu amigo,
pode ser amigo de qualquer pessoa.

 

atividades PreParatórias
Escolher a atividade que seja mais adequada ao grupo de alunos.
A. Transformando Rabiscos
Distribuir papel e lápis para todos os alunos. Pedir que rabisquem um lado do papel.
Depois cada aluno irá tentar achar nos rabiscos formas que lembrem objetos, pessoas,
animais, etc. Ao encontrarem algo deverão pintá-lo com o lápis de cor, ignorando os
rabiscos que não têm nada a ver com o desenho. Pedir que reforcem as linhas que contornam os desenhos encontrados, colorindo a parte que estiver dentro desse contorno,
para ressaltar mais o desenho. (Se der para ver o contorno pelo outro lado do papel, o aluno poderá colorir o desenho pelo outro lado do papel também.) Dar tempo para que os alunos mostrem
seus desenhos aos colegas.
Analisando
O que aconteceu? (Conseguimos fazer algo a partir de uma confusão de rabiscos.) De que
forma esta atividade pode ser comparada à nossa vida? (Às vezes nos sentimos confusos como
estes rabiscos.) Como Deus Se relaciona conosco quando nossa vida parece tão confusa?
Quando parecemos uma confusão de rabiscos, Deus vê em nós um desenho perfeito. Ele não
desiste de nós. Deus nos ama e nos aceita. É o nosso melhor amigo. A nossa lição enfoca Deus
e como Ele pacientemente nos ensina a ser Seus amigos. A mensagem de hoje é:Deus deseja que O conheçamos de forma pessoal.


B. Gráfico da Vida
Dar a cada aluno papel e lápis. Começando pelo nascimento e terminando no dia
de hoje, cada um de vocês deverá fazer um gráfico de sua vida. O gráfico deve mostrar
os momentos mais importantes: os pontos altos e alegres e os pontos baixos e tristes.
Para cada acontecimento vocês deverão escrever um título (aniversário, batismo, um
bicho de estimação que você ganhou, etc.). Dar algum tempo para fazerem a atividade. Pedir
que os alunos formem duplas e expliquem ao colega o gráfico de sua vida.
Analisando
Dar tempo para respostas. Em qual direção está indo o gráfico de sua vida? Qual é o ponto
mais alto? Como será seu gráfico no futuro? Onde, em seu gráfico, você vê a intervenção de
Deus em sua vida? Em nossa história de hoje podemos ver como o amor de Deus pacientemente
atraiu Paulo a um relacionamento com Ele. A mensagem de hoje é:Deus deseja que O conheçamos de forma pessoal.


Você Precisa
• papel branco
• lápis
• lápis de cor
Você Precisa
• papel
• lápis

Cânticos Sugestivos
“Conhecer o Senhor”
“Jesus e Eu”


Ofertas
Deus usa nossas ofertas para mostrar a pessoas de todo o mundo o quanto as ama. Deus
deseja que essas pessoas também O conheçam intimamente.


Oração
Hoje, durante o momento de oração, enfocar a graça de Deus. Em pequenos grupos, os alunos poderão (1) louvar a Deus por coisas específicas que fez por eles; (2) falar de um aspecto de
sua vida em que gostariam de receber uma bênção especial; (3) orar pelos membros do pequeno
grupo; (4) orar por amigos mútuos, para que também conheçam a Deus intimamente.

estudo da Lição
Introduzindo a História Bíblica
Nossa lição de hoje conta a história do Pastor Paulo, que escreveu ao
jovem Timóteo, sobre a graça de Deus que constantemente o buscou enquanto ele era um violento perseguidor dos cristãos. “A graça de nosso
Senhor transbordou” na vida de Paulo de acordo com as próprias palavras
dele na carta ao seu amigo. Ele continua explicando que a missão de Jesus,
ao vir à Terra, era salvar pecadores. Assim como o amor e a paciência de
Deus alcançaram Paulo, da mesma forma Deus quer nos alcançar hoje.
Não há nada que possamos fazer para merecer ou aumentar o amor de
Deus por nós, e nada que possamos fazer jamais impedirá que o amor e a paciência de Deus deixem de nos buscar para nos salvar.
Vivenciando a História
Com antecedência, preparar uma caixa de correio e colocar dentro uma
cópia da Carta a Timóteo. Uma pessoa caracterizada como Timóteo deverá
Você Precisa
• caixa de
correio
• cópia da Carta
a Timóteo (ver
p. 91)
• dois adultos
para
representar Timóteo e a
mãe
• roupas dos tempos bíblicos

entrar com alguém caracterizada como sua mãe. A mãe abre a caixa do correio e entrega a carta
a Timóteo. Durante todo o tempo eles fazem de conta que estão conversando como se fossem
mãe e filho (fazendo mímica, mas sem som). Então, Timóteo abre a carta e a lê em voz alta.


Explorando o Texto Bíblico
Dividir a classe em grupos (no caso de classes pequenas, escolher três ou quatro
textos para ler com o grupo todo). Dar a cada grupo um dos textos a seguir: Êxodo
33:11; Tiago 2:23; Provérbios 18:24; 17:17; Mateus 11:19; Lucas 11:5-8; João 15:13.
Orientar os grupos para ler seus textos e o avaliar de acordo com os seguintes critérios:
1. O que, em cada caso, desenvolveu ou consolidou a amizade?
2. Isto se aplica à sua amizade com Jesus? Em caso positivo,
3. De que forma se aplica à sua amizade com Ele?
Chave de respostas:
Êxodo 33:11
1. Moisés falou com Deus face a face.
2. Sim.
3. Falamos com Deus e Ele fala conosco, mas não face a face.
Tiago 2:23
1. Abraão creu em Deus.
2. Sim.
3. Acredito que Deus quer ser meu amigo.
Provérbios 18:24
1. Ser amigável.
2. Sim.
3. Posso ser amigo de Jesus compartilhando minhas ideias e meu tempo com Ele.
Provérbios 17:17
1. Amar sempre.
2. Sim.
3. Jesus demonstra que quer ser meu amigo me amando sempre.
Mateus 11:19
1. Jesus passou tempo com “pecadores” e os fez se sentirem aceitos.
2. Sim.
3. Posso demonstrar meu amor por Jesus me preocupando com as pessoas excluídas pela
sociedade, como Ele fez.
Lucas 11:5-8
1. Fazer um favor – mesmo que seja inconveniente.
2. Sim.
3. As coisas que Jesus me pede que faça nem sempre são convenientes.
João 15:13
1. Estar disposto a dar a vida por um amigo.
2. Sim.
3. Jesus deu Sua vida por mim.
Você Precisa
• Bíblias
Lição 7
Analisando
A graça de Deus assume muitas formas, tão diversas quanto as pessoas que a recebem.
Paulo se refere a si mesmo como o “principal dos pecadores” (1 Timóteo 1:15). Como a graça
de Deus transformou Paulo? Como a graça de Deus tem afetado você? Que tipos de mudanças
gostaria que ela provocasse em sua vida? Lembre-se:Deus deseja que O conheçamos de forma pessoal.


aPLicação da Lição
Quais as Chances?
Com antecedência, fazer cópias da atividade “Quais as Chances?” e distribuir aos
alunos. Imagine que você é um visitante numa igreja. Você entra na classe da Escola
Sabatina se sentindo bem sozinho, mas tenta ser simpático mesmo assim. Você sorri
para o garoto que está perto da porta, mas ele ignora você. A garota que está entregando coletâneas na entrada ignora sua mão estendida. Um adulto que está bem perto de você lhe vira as costas. Você senta perto de dois garotos que estão cochichando.
Você percebe que eles não vão lhe dar qualquer atenção. Quais as chances de você
fazer amizade com eles? (Poucas chances.)
Pedir que os alunos façam a atividade. Quando todos terminarem, classificar as respostas da
primeira parte. Escrever ao lado de cada item a numeração que lhe foi atribuída pelos alunos.
Somar todos os números e classificar os itens em ordem crescente de importância (quanto maior
o número, mais importante.)
Troca de experiências Notar as pessoas
Longas conversas
Interesses em comum
Passar tempo juntos
Confiar uns nos outros
Analisando
Incentivar os alunos a debater a ordem na qual classificaram os itens acima. Em seguida, perguntar: Foi fácil ou difícil pensar numa forma de responder ao convite de Deus? De que formas
você poderia conhecê-Lo mais e melhor? Quais dessas formas você gostaria de experimentar?

PartiLhando a Lição
Um Cartão Para Alguém Especial
Distribuir o material. Dizer aos alunos que eles vão fazer um cartão para um amigo
de fora da igreja. No cartão devem escrever: “Jesus é meu amigo. Que Ele seja o seu
também.”
Você Precisa
• cópias da atividade “Quais as
Chances?” (ver p. 91)
• lápis
Você Precisa
• pedaços de
cartolina
• canetinhas coloridas
50
Lição 7
51
Analisando
Paulo queria contar como a preciosa graça de Deus o salvou e o levou a uma íntima ami-
zade com Deus. O que podemos fazer para testemunhar sobre a mensagem desta semana aos
nossos familiares, amigos e vizinhos? Lembre aos alunos que às vezes testemunhar é diferente
de falar.Deus deseja que O conheçamos de forma pessoal.


encerramento
Louve a Deus por Seu amor e paciência, por buscar um relacionamento íntimo e pessoal com
cada um de Seus fi lhos.